Rua Voluntários da Pátria 487/ Sala 906-907, Palladium Office Center - Pelinca, Campos dos Goytacazes

Efeito da cirurgia precoce vs fisioterapia na função do joelho entre pacientes com lágrimas meniscais não obstrutivas: ensaio clínico randomizado.

05/12/2018 11:47:12 Avanços na Saúde e Fisioterapia

 

Efeito da cirurgia precoce vs fisioterapia na função do joelho entre pacientes com lágrimas meniscais não obstrutivas: ensaio clínico randomizado.

 

O objetivo deste estudo foi avaliar se a fisioterapia é inferior à eniscectomia parcial artroscópica para melhorar a função do joelho em pacientes com rupturas meniscais. Design, Cenário e Participantes: ensaio clínico randomizado, de não inferioridade, multicêntrico, realizado em 9 hospitais na Holanda. Os participantes tinham entre 45 e 70 anos de idade com lesões meniscais não obstrutivas (isto é, sem travamento da articulação do joelho). Pacientes com instabilidade do joelho, osteoartrite severa e índice de massa corporal maior que 35 foram excluídos. O recrutamento ocorreu entre 17 de julho de 2013 e 4 de novembro de 2015. Os participantes foram acompanhados por 24 meses (acompanhamento final dos participantes, 11 de outubro de 2017). Intervenções: Trezentos e vinte e um participantes foram aleatoriamente designados para intervenção cirúrgica (n = 159) ou um protocolo fisioterápico predefinido (n = 162). O protocolo de TP consistiu em 16 sessões de terapia de exercícios durante 8 semanas, com foco em exercícios de coordenação e força de cadeia cinética fechada. Entre os pacientes com rupturas meniscais não obstrutivas, a fisioterapia não foi  inferior à intervenção cirúrgica para melhorar a função do joelho relatada pelo paciente durante um período de acompanhamento de 24 meses. Com base nesses resultados, o TP pode ser considerado uma alternativa à cirurgia para pacientes com lesões meniscais não obstrutivas.

Para ler o artigo completo, baixe o arquivo abaixo.

Notícias Recentes

Recentemente, a Journal of Athletic Training (NATA), associação profissional internacional para instrutores esportivos publicou um artigo comparando os efeitos de 12 semanas de reabilitação imediata versus tradicional nos efeitos da junção miotendínea gastrocnemial medial e força isométrica de flexão plantar em pacientes com reparo percutâneo de Tendão de Aquiles (TA) e para comparar escores de ruptura de TA (ATRSs) durante o acompanhamento. Clique para ler mais sobre.
Em 2015, a UNESP publicou um artigo com o objetivo dei verificar a influência das manobras osteopáticas de Thrust Global inespecífico em OAA (occipital, atlas e axis) e de Thrust específico em C3, na dor dos indivíduos com DTM e dores orofaciais, por meio de examescomplementares. Clique para ler sobre.
A fascite plantar (FP) é uma condição dolorosa comum sob o calcanhar do pé, afetando aproximadamente 10% da população durante a sua vida. Em 2017, a Elsevier, maior editora de literatura médica e científica do mundo, publicou um artigo sobre este tema e discutiu sua abordagem fisioterapêutica. Leia o artigo na íntegra.
Recentemente o International Journal of Lightweight Materials and Manufacture, publicou um artigo analisando os materiais usados para a confecção de palmilha diabética, demonstrando seus efeitos e determinando os melhores materiais para confecção de palmilha diabética, evitando assim, a ulceração. Leia o artigo completo na íntegra.